Notícias

Nona etapa da operação Dengue Não é denominada “O Rio Tigre Vive”

A Defesa Civil de Erechim, juntamente com a Força Voluntária, Secretária de Obras Públicas, Habitação, Segurança e Proteção Social, com apoio de presos do semiaberto, iniciaram nesta terça-feira (27), a nona etapa da operação Dengue Não, que foi denominada de “O Rio Tigre Vive”.

 

O grupo iniciou a limpeza no trecho do Rio Tigre que fica no bairro Progresso, de onde já foram retirados dois caminhões com lixo. A equipe deve seguir os trabalhos no local até o fim desta semana.

 

“Além das ações de dedetização, também estamos fazendo ações de recolhimento de lixo, assim como está, mas precisamos que a população também se conscientize e nos ajude”, explica o coordenador de Segurança e Defesa Civil, Ronaldo Manica.

 

De acordo com a Vigilância em Saúde já foram notificados 2.365 casos, com 803 positivos, 471 negativos e 1 morte.

Defesa Civil e Força Voluntária realizam dedetização contra Dengue

A Defesa Civil de Erechim, em conjunto com a Força Voluntária Alto Uruguai realizaram no fim da tarde de sábado (17), um processo de dedetização por meios mecânicos. O processo será realizado em diversos bairros da cidade no decorrer da próxima semana, com o intuito eliminar focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue.

 

Durante a operação de sábado, mais de 400 litros de calda com inseticida foram passados nas ruas para combater o mosquito. “Nossa equipe e nossos voluntários estão engajados no combate à Dengue, mas precisamos também da ajuda de toda população”, destaca o coordenador de Segurança e Defesa Civil, Ronaldo Manica.

 

A dedetização feita por meios mecânicos é similar a realizada com o Ultra Volume Baixo (UBV) acoplado em veículo, conhecido tradicionalmente como “fumacê”.

 

Conforme atualização da Vigilância em Saúde, na última sexta-feira (16), já foram realizadas 1620 notificações de Dengue no município, sendo que 596 foram confirmadas por laboratório, 367 foram descartados e um óbito foi registrado.

The gallery was not found!

Mais de 8 toneladas de alimentos arrecadados no “Dia D”

A Coordenadoria de Segurança e Defesa Civil, juntamente com a Força Voluntária Alto Uruguai, realizaram no último sábado (10), o primeiro “Dia D” de arrecadação de alimentos, primeiro ato da criação do Banco de Alimentos de Erechim.

 

O grupo Master Supermercados, parceiro da iniciativa ficou responsável pelos centros de arrecadações da campanha em três lojas. Foram 8.428 Kg de alimentos recebidos, contabilizados pela logística da ação.

 

Conforme o coordenador de Segurança e Defesa Civil, Ronaldo Manica, as doações vão continuar sendo recebidas e encaminhadas a entidades parceiras. “Seguiremos recebendo doações para encaminhar as instituições que atendem pessoas em vulnerabilidade”, explica.

 

As doações continuam sendo recebidas na sede da Coordenadoria de Segurança e Defesa Civil na Rua Dr. José Bisognin, 182 no bairro São Cristóvão.

Equipes da Defesa Civil e Força Voluntária realizam doação de sangue em Porto Alegre

A equipe da Coordenadoria de Segurança e Defesa Civil e os voluntários da Força Voluntária Alto Uruguai percorreram nesta quinta-feira (8), mais de 370 km até Porto Alegre para realizar doação de sangue à um familiar de uma voluntária do grupo.

O grupo de 15 pessoas saiu de Erechim ainda de madrugada para realizar a doação no Complexo Hospitalar Santa Casa da Misericórdia.

Conforme o presidente da Força Voluntária Alto Uruguai, Adir Antônio de Lima, a doação é muito simbólica para o grupo, principalmente por se tratar de alguém próximo de um voluntário. “É um gesto de amor ao próximo, fazendo o bem não importando a quem, e sem receber nada em troca. Uma ação que parece simples para algumas pessoas, mas é a esperança de muitos”, destaca.

Defesa Civil e Força Voluntária criam

A Coordenadoria de Segurança e Defesa Civil, juntamente com a Força Voluntária Alto Uruguai, dão início a criação de um Banco de Alimentos em Erechim. A primeira ação será o Dia D de arrecadação de alimentos, no próximo sábado (10). O grupo Master Supermercados é parceiro da iniciativa, ficando responsável pelos centros de arrecadações da campanha nas lojas do Master Sonda Shopping na Av. Sete de Setembro, 1200, no Master Sonda da Rua Tôrres Gonçalves, 122 e no Master Sonda da Av. Santo Dal Bosco, 860 (antiga Cotrel). As doações podem ser feitas durante todo dia.

 

As doações recebidas pelo Banco de Alimentos de Erechim serão encaminhadas a instituições que atendem pessoas em vulnerabilidade. “Percebemos que existe uma demanda por alimentos de diversas entidades em Erechim. Queremos através da nossa equipe e dos nossos voluntários, também trabalhar para que tenhamos capacidade de dar suporte para essas pessoas”, explica o coordenador de Segurança e Defesa Civil, Ronaldo Manica.

 

Após a ação de sábado, outras datas serão definidas para mutirões de arrecadações. Além disso, quem quiser fazer uma doação, pode ir até a sede da Coordenadoria de Segurança e Defesa Civil na Rua Dr. José Bisognin, 182 no bairro São Cristóvão.

Defesa Civil e Força Voluntária realizam sétima etapa da operação ‘Dengue Não’

A Defesa Civil de Erechim, juntamente com a Força Voluntária Alto Uruguai e a Secretaria de Obras, realizou a sétima etapa da operação denominada “Dengue Não”.

Os bairros onde a operação foi realizada neste sábado (3) foram Progresso, Cristo Rei, boa parte do Loteamento Poletto, dentre outros bairros com a utilização de mais de 1.000 litros de calda de produto.

As equipes envolvidas na ação “Dengue Não” lembram à população de que a prevenção é mais do que necessária, afinal já contabiliza mais de 200 casos confirmados em menos de 4 meses.

Coordenadoria de Segurança e Defesa Civil inaugura nova sede

A Coordenadoria de Segurança e Defesa Civil, atrelada a Secretaria de Obras Públicas, Habitação, Segurança e Proteção Social, inaugurou no último sábado (27) a nova sede. O novo espaço de trabalhos do setor fica localizado na Rua Dr. José Bisognin, 182 no Bairro São Cristóvão.

A solenidade contou com a presença do prefeito de Erechim, Paulo Polis, do vice-prefeito Flávio Tirello, do secretário de Obras Públicas, Habitação, Segurança e Proteção Social, Mario Rossi, o coordenador de Segurança e Defesa Civil, Ronaldo Manica, o presidente da Força Voluntária Alto Uruguai, Adir Antônio de Lima, entre outras autoridades e representantes da segurança pública. O ato seguiu todos protocolos de cuidados contra a Covid-19.

O vice-prefeito Flávio Tirello falou do fortalecimento do setor da prefeitura, de entidades e voluntários. “Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos”, destaca. O prefeito Paulo Polis disse que neste momento complexo que vivemos, nunca precisamos tanto de solidariedade e generosidade, destacando a atuação da Força Voluntária. “A gente tem forças de linhas de defesa, mas o voluntariado é muito necessário, principalmente em um mundo como hoje. Estamos tão próximos com a internet, mas tão longe na solidariedade”, finaliza.

 

Força Voluntária Alto Uruguai

Desde fevereiro, a Força Voluntária Alto Uruguai, grupo de voluntários que atua em situações de prevenção, mitigação, recuperação e resposta em situações de emergência, passou a ser uma entidade veiculada a Coordenadoria de Segurança e Defesa Civil.

 

Fotos: ASCOM Defesa Civil e FVAU

Operação ‘Dengue Não’ é intensificada em Erechim

Na noite desta segunda-feira (8), as equipes dos agentes de combate à endemias da Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde, com o apoio da Defesa Civil de Erechim e da Força Voluntária Alto Uruguai iniciaram mais uma etapa da operação ” Dengue Não ” em Erechim. Importante destacar que essa é uma união de esforços para combater a dengue, sendo que os agentes de combate à endemias promovem o bloqueio da transmissão com a aplicação de inseticida nos locais onde foram registrados casos positivos e os colaboradores da Defesa Civil e Força Voluntária atuam com a aplicação de inseticida em bocas de lobo e bueiros em vias públicas.

Vale ressaltar que os locais e ruas onde é realizada a dedetização contra o mosquito Aedes Aegypti são previamente definidos pela Vigilância Sanitária do município.

Conforme o coordenador da Defesa Civil, Ronaldo Manica, a aplicação do inseticida se dá conforme orientação da Vigilância. “Estamos aplicando inseticidas em locais determinados pela vigilância. É uma grande ação conjunta para o combate da dengue”, explica.

Conforme o diretor de Vigilância em Saúde, Everton Pujol Guterres, a situação da doença também coloca o município em estado de alerta. “Estamos redobrando todos os trabalhos e agora com essa ação conjunta com a Defesa Civil e Força Voluntária, esperamos combater de vez o mosquito”, pontua.

A ação de dedetização vai seguir nos próximos dias.

Até esta segunda-feira (8), a Secretaria de Saúde já realizou 567 notificações. Destas, 141 casos foram confirmados, todos autóctones, 265 casos estão em análise e 91 casos deram resultado negativo.

Mais de 60 cargas de lixo recolhidas em 15 dias na operação “Dengue Não”

Defesa Civil, Secretaria de Obras Públicas, Habitação, Segurança e Proteção Social e detentos do semiaberto concluíram nesta quarta-feira (3), parte da operação “Dengue Não”. Até a data já foram recolhidas mais de 60 cargas de lixo em cerca de 15 dias. Os locais críticos foram indicados pela Vigilância Sanitária do município.

 

A equipe também realizou a separação, onde lixos recicláveis foram encaminhados a reciclagem e lixos orgânicos ao aterro sanitário.

 

Vale ressaltar que esse papel de limpeza em terrenos e pátios privados não compete ao Poder Público, porém nos locais mais críticos as equipes da Prefeitura atuaram de forma intensa, buscando agilizar a limpeza e evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, além de realizar orientações aos moradores de como proceder para que pátios e terrenos se mantenham limpos e possam prevenir a transmissão de doenças. “As pessoas não estão conscientes que esse lixo traz doenças à elas. Presenciamos um caso de estar retirando lixo de um local e um carro parando no lado para descartar objetos”, conta o coordenador da Defesa Civil, Ronaldo Manica.

 

Fiscalização e multa

 

Imprescindível reforçar que haverá fiscalização maciça nesses locais. A Prefeitura já orientou os moradores e deverá autuar e multar aqueles que descumprirem as normas e mantiverem seus pátios e terrenos com acúmulo de lixo.

 

Fique atento

 

É preciso não acumular lixo, muito menos recipientes que possam manter a água parada. Isso é muito importante pois, o que vai realmente garantir a redução dos casos de dengue no município é a eliminação de água parada. Não adianta só aplicar o veneno, fazer mutirões de limpeza se as pessoas não cuidarem e os mosquitos continuarem nascendo. Então, a Defesa Civil pede que cada um seja responsável e faça a sua parte.

 

Denúncias podem ser feitas na Secretaria de Meio Ambiente, pelo telefone (54) 3520-7007 – Ramal 8413.

Defesa Civil e Força Voluntária iniciam nova etapa da operação “Dengue Não”

Na noite desta quinta-feira (4), a Defesa Civil de Erechim e a Força Voluntária Alto Uruguai iniciaram mais uma etapa da operação ” Dengue Não ” em Erechim. Os locais e ruas onde é realizada a dedetização contra o mosquito Aedes Aegypti são previamente definidos pela Vigilância Sanitária do município.

 

Os trabalhos são realizados em pontos estratégicos para bloqueio de transmissão, em domicílios e locais próximos a onde existem notificações. Além disso, os fiscais da Vigilância Sanitária estão fazendo varreduras por estes locais. Conforme o coordenador da Defesa Civil, Ronaldo Manica, o primeiro dia da nova etapa teve serviços das seis da tarde às dez da noite. “Estamos aplicando inseticidas em locais determinados pela vigilância. É uma grande ação conjunta para o combate da dengue”, explica. Conforme o chefe de serviço de Vigilância Ambiental, Everton Pujol Guterres, a situação da doença também nos coloca em estado de alerta. “Estamos redobrando todos os trabalhos e agora com essa ação conjunta com a Defesa Civil e Força Voluntária, esperamos combater de vez o mosquito”, pontua. A ação de dedetização vai seguir nos próximos dias.

 

Até a manhã desta sexta-feira (5), a Secretaria de Saúde já realizou 503 notificações. Destas, 141 casos foram confirmados, todos autóctones, 271 casos estão em análise e 91 casos já foram descartados.

The gallery was not found!