IMG-20180605-WA0013a

Interdição de Boate

Nesta terça-feira (05) a Coordenadoria da Defesa Civil de Erechim, juntamente como o Corpo de Bombeiros interditaram local onde estaria sendo instalada uma boate, junto ao deposito de materiais da empresa Carvalho Materiais de Construção. A interdição foi motivada pela denúncia do CREA de Erechim por não apresentar condições de habitabilidade e estrutura fragilizada.
foto3

Município sedia o Workshop Capacitar 2018

O Salão de Eventos do Parque da ACCIE, sediou nesta quinta (17), o Workshop Projeto Capacitar 2018, promovido pela Coordenadoria Municipal de Proteção Civil, que tem como coordenador, Natival Ribeiro de Freitas Júnior. Esta é a 4ª edição do Projeto Capacitar da região de Passo Fundo.

Na oportunidade, a presença de prefeitos e vices prefeitos da região do Alto Uruguai, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros, Cruz Vermelha, vereadores, secretários municipais e representantes da Defesa Civil de vários municípios.

Nos depoimentos, a importância da Defesa Civil para fazer com que as pessoas que acabam sofrendo por alguma situação devido a ação do clima, sejam atendidas prontamente, ou seja, deve-se potencializar os atendimentos.

Em sua manifestação, o vice prefeito Marcos Lando destacou a importância da Defesa Civil para o município e região no auxílio da comunidade nas mais diferentes situações que são apresentadas, principalmente pela ação do tempo. “Devemos estar aptos para auxiliar as pessoas”.

Usando da palavra, o Coordenador Municipal da Defesa Civil, Natival de Freitas Júnior fez um apanhado da Defesa Civil de Erechim, ou seja, como estava antes da nova gestão municipal assumir e a atual situação, seja com relação a equipamentos, como metas e ações. Também detalhou as ações realizadas pela Defesa Civil local.

O Projeto Capacitar baseia-se em noções básicas em proteção e defesa civil e em gestão de riscos, balizando-se em temas como o Contexto Geral da Gestão de Risco, A Atuação dos Municípios, Noções Gerais para Elaboração de Plano de Contingência, O Modelo de Plano de Contingência no Sistema Integrado de Informações Sobre Desastres, Etapas para Elaboração de um Plano de Contingência, Etapa para Organização de Simulados, como Gestão de Desastres, Decretação e Reconhecimento Federal e Gestão de Recursos Federais em Proteção em Defesa Civil.

O princípio das atividades de proteção e defesa civil no Brasil e no mundo está intimamente relacionado a questões de segurança em tempos de guerra, mais especificamente durante a Segunda Guerra em que os danos materiais e humanos dos conflitos ultrapassam o meio militar, atingindo gravemente as populações civis.

Foi então que os governos passaram a criar instituições responsáveis pelo atendimento dessa população, vítima dos efeitos. Daí que o início dessa história corresponde a ações de resposta, atendimento a populações afetadas, realizadas, principalmente por instituições de origem militar. Com o passar do tempo, essas instituições foram sendo adaptadas à realidade das demandas de segurança e proteção das populações.

Hoje, novas diretrizes e perspectivas apontam para a tendência de pensar as instituições de proteção e defesa civil e a gestão de risco a partir de um processo de construção social.

Fonte: http://www.pmerechim.rs.gov.br.

destaque

Defesa Civil e Secretaria de Obras e Habitação vistoriam imóvel sob risco de desabamento

Nesta sexta-feira (04), engenheiros  e  assistente social da Secretaria de Municipal de Obras, juntamente com o Coordenador da Defesa Civil  de Erechim  realizaram vistoria em  imóveis que apresentam situação de risco. Uma casa no bairro Progresso, irá passar por analise devido ao risco de desabamento. As paredes estão com rachaduras, o piso afundou e pilares estão com a ferragem amostra e em estado de corrosão , o que ocasionou diversas rachaduras no interior do imóvel. O aterro tem uma declividade e a estrutura esta comprometida,  em um primeiro momento,  será feita uma analise mais aprofundada.

“Com esse tempo de chuva aumenta o número de chamados. As paredes começam a rachar e os proprietários ficam preocupados”, diz o coordenador da defesa civil, a maioria dos problemas é causado por falhas durante a construção das casas, cujos projetos não observam o aterramento necessário.

 

 

 

imagemDestaqueFrederico

Coordenadoria da Defesa Civil de Erechim Participa da 3ª Edição do Projeto Capacitar em Frederico Westphalen

Na ultima sexta-feira (27), ocorreu a terceira edição do Projeto Capacitar 2018 no município de Frederico Westphalen a presença de 51 municípios e 117 agentes municipais.  O evento ocorreu paralelo à EXPOFRED e teve a participação da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Erechim,  que palestrou no CAPACITAR 2018, mostrando as dificuldades na troca de coordenador e as melhorias que foram implantadas de Fevereiro 2017  até o momento. O coordenador Estadual Maj. Aguiar agradeceu pela excelente explanação onde mostra a dificuldade de todas coordenadorias municipais na troca de gestão.

Projeto Capacitar

O Projeto Capacitar tem como principal objetivo da Defesa Civil, qualificar agentes municipais para desenvolver ações antes, durante e após eventos meteorológicos. Assim, ao longo do dia ocorreram diversas palestras, e orientações foram passadas de forma didática e ilustrativa.

Os agentes municipais receberam uma palestra do auditor público do TCE, Gerson Luis Batistella, que falou sobre as normas legais para a aplicação de recursos públicos após decretação de Situação de Emergência. Também palestrou o coordenador Municipal de Erechim, Nativar Ribeiro de Freitas Junior, que falou sobre experiências exitosas dentro da coordenadoria municipal de Defesa Civil. Sobre Gestão Integrada, palestrou o comandante da 1° região dos bombeiros de Santa Catarina, Coronel César Nunes.

30656910_1506330392825684_1676743893644738560_n

3ª Edição da Campanha #AprenderParaPrevinir

O Cemaden Educação promove a Campanha #AprenderParaPrevenir desde 2016, em lembrança ao Dia Internacional da Redução de Desastres Naturais, para incentivar as comunidades escolares a refletirem sobre os desastres socioambientais e somar esforços na construção e no fortalecimento da proteção de suas comunidades.
A 3ª edição da Campanha #AprenderParaPrevenir – 2018 será lançada em 22 de abril (Dia da Terra) e abre espaço para que escolas, Defesas Civis e universidades de todo o país divulguem seus projetos educativos na área da prevenção de riscos de desastres socioambientais.
Este ano a campanha traz o tema “Água [D+ ou D-] = desastre?” — uma temática desafiadora para a sustentabilidade planetária. Sabemos que a maioria dos desastres registrados nas cidades brasileiras está relacionada com a falta ou o excesso de água, como seca, enxurradas, inundações e os deslizamentos. Muita água pode causar inundação, alagamento, enchente, ressaca e deslizamento de terra. Sem chuva, tudo seca e as florestas podem queimar.
Mas será que é mesmo a água, ou a chuva, que gera tantos desastres? Apenas o excesso ou a falta de água podem causar desastres? Está certo “culpar” a água pelos desastres? Responder a questões como estas pretende estimular a reflexão e o desenvolvimento de ações educativas de redução de riscos de desastres, conservação da água e de enfrentamento das mudanças no clima.

As inscrições poderão ser realizadas entre 22 de abril e 01 de outubro de 2018, no site http://educacao.cemaden.gov.br/aprenderparaprevenir2018. Prêmios – pluviômetros semiautomáticos do Cemaden e kits educativos – serão sorteados entre os projetos que estejam acordo com Guia de Orientação da Campanha #AprenderParaPrevenir.

Fonte: http://educacao.cemaden.gov.br/aprenderparaprevenir2018